"Adotar é tudo de bom"

Fãs do Diário Sertanejo

RioClaro arrebentou na festa do seu niver

Ontem a RioClaro deu um verdadeiro show de simpatia e talento na comemoração do seu aniversário, no Roschits - Pier 21/DF.

A noite começou ao som da Banda Autoplay, que normalmente se apresenta na casa. Depois a RioClaro entrou no palco mandando Rock and Roll...

Os amigos e talentosíssimos Gleno Rossi, Rafael Cury, Aquiles Jr, Marcelo Morcego, Frank Texas, Sergio Alberto, Luciano, Eduardo Perdigão e Gustavo Vasconcellos, também participaram da festa e subiram no palco para dar canja.

Gleno Rossi mandou até uma gaitinha pra gente....


A turma do chapéu agito e dançou muito...

Teve gente boquiaberta com as performances!


Fazer o que né, a galera dança muuuito!


VEJA MAIS FOTOS AQUI

"Vocês são poucos, mas animados né!, exclamou o barman perfomático.

É HOJE...niver da Banda Rioclaro!!!

Hoje a banda Rioclaro convida fãs e amigos para comemorar mais um ano de estrada.

A noite começará com a banda Autoplay e terminará com o rock rural da Rioclaro e as participações de:
Gleno Rossi, Rafael Cury, Aquiles Jr, Marcelo Morcego, Frank Texas, Sergio Alberto, Luciano, Eduardo Perdigão e Gustavo Vasconcellos.
Venha celebrar com a gente toda beleza e exuberância do... segundo maior bioma brasileiro.
Röschti Rock Restaurant
Pier 21, Setor de Clubes Sul. 3225.3679
www.roschtirock.com.br

Paródias Sertanejas

Tem uma galera que toca o terror na web. Este gaiato, conhecido como @McMaloka, vem se destacando.

Sua verdadeira identidade não sabemos, mas o rapaz mostra conhecimento musical e imaginação fértil...Ele faz paródias de músicas sertanejas.

Sempre com temas bem humorados, relacionados a criminalidade e problemas sociais. Desta vez ele fez uma versão de "Meu Coração Pede Carona", de João Neto e Frederico. Confiram!!!

Jorge e Mateus foram nomeados “Embaixadores do Rodeio de Barretos”

Jorge e Mateus e Marcos Murta - Presidente dos Independentes

Ícones do sertanejo na atualidade, Jorge e Mateus foram nomeados “Embaixadores do Rodeio de Barretos”, na última quarta-feira, dia 20, em cerimônia realizada durante o lançamento oficial da Festa do Peão de Barretos em Ribeirão Preto/SP.

Os músicos receberam um chapéu e um diploma, como símbolos da posse, das mãos do presidente da Festa Marcos Murta e comentaram a emoção de receber o título.
“É uma responsabilidade muito grande, estamos muito emocionados e honrados de representar o maior rodeio da América Latina”, disse Mateus.
O show da dupla em Barretos será no dia 27 de agosto, aniversário de Jorge.
“Vai ser o maior aniversário do mundo”,
disse o sertanejo visivelmente emocionado completando que é um grande presente comemorar a data ao lado dos fãs na maior Festa do gênero da América Latina.

Em 2010 a dupla foi responsável pelo recorde de público registrado no Parque do Peão em um único dia: mais de 150 mil pessoas.

Cezar e Paulinho viajam pelo Brasil com “Alma Sertaneja”

A dupla Cezar e Paulinho lançará em breve seu novo DVD, “Alma Sertaneja”. O primeiro single do projeto, “Garçom me Ajude”, enviado às rádios pelo serviço virtual SHOW BUSINESS Urgente na última semana, já faz sucesso em alguns estados. Boa parte do repertório do novo DVD pode ser conferido pelos fãs em cidades de diferentes regiões na atual turnê nacional dos sertanejos.

No último final de semana, por exemplo, Cezar e Paulinho tocaram em duas cidades mineiras (Alpinópolis e Verdelandia) e em São Sebastião, no litoral norte paulista. Enquanto que nesta semana os compromissos são em Bom Jesus de Goiás (sexta, dia 29), Florida Paulista/SP (sábado, dia 30) e São José dos Pinhais/PR (domingo, dia 31). Somente em julho, a dupla já realizou mais de quinze espetáculos em sete estados diferentes.

FONTE: Portal Sucesso

Vitor e Vitória foram repórteres por um dia

A dupla Vitor e Vitória foi escolhida para cobrir o espetáculo, que está em carta na Via Funchal, "A Bela e a Fera no Gelo".

Os irmãos se divertiram muito e ficaram impressionados com a disciplina e esforço do elenco.
"Eles ensaiam 5 vezes por semana durante 6 horas praticamente, isso é muita coisa em cima de um patins" comenta Vitória.

A dupla conversou com o elenco russo com a ajuda de um intérprete e ainda patinaram em cima do palco uma ajuda muito especial, ós próprios personagens fizeram questão de darem uma mãozinha para Vitor e Vitória.

"Eu não queria mais sair do palco de gelo, eu tava quase aprendendo a patinar quando acabou meu tempo..Eu amei, quero patinar no gelo sempre de agora em diante" comentou Vitor.

Eles assistiram o espetáculo e puderam ver de perto cada detalhe dos bastidores. A matéria vai ao na hoje no programa Vídeo News que é exibido pela Band.

Folgado eu?

Holanda instala faixa para passagem de vacas

A cidade de Voorst, na Holanda, conta com uma faixa para passagem de vacas. Segundo a agência “France Presse”, os motoristas devem parar e respeitar a sinalização, pois os animais têm preferência para atravessar. A placa alerta: “Tome cuidado! Outra vaca pode passar”.

FONTE: G1

Rick lança primeiro CD solo

Assinando agora Rick Sollo, o ex-parceiro de Renner está lançando “Pronto pra te Amar”, seu primeiro álbum nesta nova fase da carreira. Além do single “Vem Camila”, canção que já faz sucesso desde abril nas rádios, o repertório traz como destaque as faixas “Muda pra Goiás”, com participação especial de Leonardo, e “Morrer de Amor”, com Eduardo Costa

FONTE: PORTAL SUCESSO

FELIZ DIA DO AMIGO!

Os cães são nossos melhores amigos?

É o que dizem né...saca só que fofos e engraçados:

Tem sertanejo na "A Fazenda"

Olha quem aparece por aqui...

Nascido em Criciúma, em Santa Catarina, o cantor Marlon fez sucesso ao lado do irmão, Maicon, participando de vários festivais e shows desde os oito anos de idade.

Em 2001, a dupla alcançou o sucesso com a canção Por Te Amar Assim, rendendo um disco de ouro, um de platina e uma indicação ao Grammy Latino.

Marlon tem 33 anos e está no terceiro casamento. Pai de dois filhos, é bonito e carismático. Seguuuuuuuuuuura peoas!!!

Começa A Fazenda....

Podem falar de mim...mas eu amo quando começa "A Fazenda".

Sou viciada neste programa, pois morro de rir dos "peões". É comédia ver gente urbana tentando sobreviver no meio rural
.
Pensa que é fácil é? Peão para mim é herói, pois acordar cedo, fazer trabalhos pesados, cuidar com amor dos animais e ainda manter a alma simples...Eles tem uma sabedoria que muitas vezes passa longe de nós...

A Fazenda

Quando o caipira chega à cidade grande ele sofre provações de todo tipo e ainda vira motivo de piada. Mas e quando a situação se inverte?



É exatamente essa a proposta do reality show "A Fazenda" (Record), que transforma a turma da cidade em peões.


Os novos caipiras, que antes só faziam esforço físico nas academias, terão que 'acordar com as galinhas' e 'enfrentar a lida'. Os 15 famosos (atores, cantores, modelos e personalidades da mídia) terão sua habilidade (ou falta dela) testada em tarefas típicas do meio rural.


A cada semana, os mais novos "peões" contratados para a Fazenda da Record terão que provar que são capazes de realizar os mais diferentes trabalhos. Eles vão ter que acordar cedo, ordenhar vacas, dar banho em cavalos, recolher ovos, plantar e colher e ainda lidar com carroças, arados e tudo que envolve o universo do campo.
A Fazenda, versão brasileira do "The Farm" - sucesso em mais de 40 países, é realizada em uma propriedade de mais de 150 mil m², em Itu (SP, com a apresentação de Britto Jr.

AQUI

Diário Sertanejo acorda de luto pela partida do companheiro Adolfo Cowboy

Hoje o Diário Sertanejo acordou de luto...Perdemos um grande Companheiro, Adolfo Cowboy (pai do Michel).

Amigo,

pouco convivemos, mas sua alegria muito me contagiou e sentirei sua falta...Descanse em paz!

Adriana Ferraz


CORREÇÃOO velório será de 13 às 17 na capela 10 do Cemitério Campo da Esperança (Brasília), e o enterro logo em seguida.

Acidente envolveu ônibus de Gusttavo Lima neste sábado

Dez pessoas morreram em um acidente na noite deste sábado (16), na Rodovia Assis Chateaubriand, entre Penápolis e Barbosa.

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária, por volta das 21h30, um caminhão carregado de cana-de-açúcar atravessou a pista e tombou, ficando atravessado, o que provocou o engavetamento de vários veículos, entre eles uma van, o ônibus do cantor Gusttavo Lima, um carro e outros dois caminhões.

O cantor e sua equipe nada sofreram, pois no momento do acidente já estavam em Aracatuva para participarem da Exposição Agropecuária. Já seus dois motoristas foram socorridos e não correm risco de morte.

Seis das dez vítimas fatais foram veladas na manhã desta segunda (18) em São José do Rio Preto (SP). Outros quatro corpos foram encaminhados ao IML de Araçatuba e ainda não foram reconhecidos. Entre os cinco feridos, três permanecem sob observação.

O motorista do caminhão de cana que pode ter causado acidente fugiu do local do acidente e ainda não foi localizado pela polícia.



Fontes: EPTV e R7
Ocupantes dos veículos
A van com placas de São José do Rio Preto, levava nove mulheres para visitar parentes em presídios de Dracena e Pacaembu. Oito pessoas morreram no local. Entre as vítimas, também estava um bebê de cinco meses. A única ocupante da van socorrida com vida, Juliana Mesquita dos Santos, 27, esta internada em estado grave na Santa Casa de Araçatuba. Os corpos de Orácio Tadeu Dias (54), Vanessa Santos de Paula (26), Maria José Lage (59), Sirlane Gonçalves de Souza (43), Ivone de Almeida (46), Sandra Regina Paiva (37), Jenifer Bruna Prates (21), Jaqueline Silva (21), Andressa dos Anjos Santos (20) e o bebê de cinco meses, Walace Prates estão no Instituto Médico Legal de Penápolis.

Clayton Aguiar revive histórias da dupla Chico Rey e Paraná em livro

Felipe Moraes

Deu no Correio Web

Numa fazenda na saída de Goiânia, os paranaenses Devanil e Denival, que se mudaram para Brasília para cumprir obrigações militares e acabaram iniciando carreira musical, se preparavam para assumir os microfones e iniciar mais um dia de show. Mas Clayton Aguiar, produtor e também músico sertanejo, não se contentava com o nome da dupla de jeito nenhum. “Ninguém acertava, de primeira, a pronúncia certa”, ele escreve numa de suas memórias. Após alguma pesquisa anterior— Tabajara e Guaporé e Candanguinho e Paraná foram sondados —, Clayton tomou a decisão final sem avisar os dois. Antes da apresentação, a estratégia foi anunciar de maneira drástica a alcunha. “Entrei e disse: Infelizmente, essa dupla Devanil e Denival não existe mais. Mas tem uma aqui tão boa quanto ela. Chico Rey e Paraná!”, completa. A nova identidade saiu numa notinha de canto de página, sem foto, no Correio. “A princípio, eles odiaram”, diz o manager. Não teve jeito. O sucesso, porém, veio a reboque. O empresário e radialista reúne esSta e outras memórias no livro Chico Rey e Paraná — Eu vivi essa história (editora e gráfica Qualidade), que, com pouco tempo no mercado, já vendeu mais de 3 mil exemplares. Uma gravação na Sala Funarte, de 1979, foi editada em CD e acompanha o volume.

A obra veio em bom momento: os irmãos, nascidos em Arapongas, comemoraram 30 anos de carreira no início do ano e lançaram há pouco seu 18º disco, o acústico Cantos & cordas (Atração Fonográfica). Chico Rey andou bastante adoentado ultimamente. Um transplante de rim malsucedido somou-se ao incômodo com os nervos ópticos, que o importunam desde menino. Ele passou 37 dias na UTI, foi tratado com hemodiálise, mas já voltou aos palcos.

Iluminados
Para ele, os acontecimentos recuperados por Clayton podem ser de interesse dos fãs e de quem se preocupa com a memória da música sertaneja. “Muitos não conhecem a nossa história, passagens desde quando começamos, quando morávamos na roça, no Paraná”, lembra o cantor. “Quando começamos, nossa referência era Milionário e Zé Rico. E, hoje, somos a mesma coisa para muitas duplas”, completa. Pouco a pouco de volta à rotina de performances — e eles dão conta de uma maratona de mais de 100 por ano —, Chico elogia o sertanejo universitário. “Esse movimento foi bom para fortalecer o gênero. Conheço duplas que falam que ele atrapalha, mas não penso assim. Quanto mais tiver, melhor. Fortalece o estilo e o sertanejo vai estar sempre em alta. Sangue novo é importante”, avalia.

Chico precisa de dois óculos para enxergar com acuidade. Um para ler textos com letras miúdas e outro para focalizar objetos distantes. O que ele vê com precisão é um futuro ainda bastante produtivo. “Estamos pensando em fazer outro DVD. A experiência foi muito boa. O fã pode ver em casa e é melhor que tentar aparecer nos programas de tevê, que às vezes são fechados”, adianta.

Ele é comedido ao falar da longa carreira. Prefere dizer apenas que a dupla se acostumou às viagens constantes. “Passamos a vida inteira na estrada. O fim de semana em que não viajamos, sentimos falta”, confessa. Clayton, amigo de longa data que os acompanha desde o início de tudo, crê num sucesso à base de humildade e enorme talento. “São duas coisas. Técnica inigualável: eles não perdem para ninguém em termos de qualidade vocal. A segunda: quando começamos, perguntei para eles se queriam ter um sucesso rápido e lucrativo, ou algo mais duradouro e difícil. E eles escolheram o trajeto maior. Nunca gravaram sequer uma canção em que não acreditassem que era boa e que as pessoas poderiam reconhecer como algo de qualidade”, revela.

CHICO REY E PARANÁ – EU VIVI ESSA HISTÓRIA
De Clayton Aguiar. Editora e gráfica Qualidade, 228 páginas. R$ 40. À venda na Banca da Rodoviária e no Quiosque do Ivan Presença (Conic

Tuta Guedes volta com mais uma linda e sensual balada

As músicas desta moça sempre são dançantes e muito gostosas de curtir....eu amo!!! Aliás, não sou só eu. Pois o fã clube dela por aqui (Brasília) é grande.

Desde que ela nos enviou material que cresceram os apaixonados por esta criativa e linda artista.

Tuta é diferente de tudo o que eu conhecia. Ela é uma pessoa simples, mesmo sendo preparadíssima e famosa. Tuta é a amiga que sempre tem uma palavra carinhosa. Ela é determinada e disciplinada. E, o mais surpreendente, inovou o meio sertanejo ao misturar o estilo, com batidas eletrônicas!!! Sim, ela fez isso e acertou na escolha....

Seu primeiro sucesso foi “Cadê a Saia da Tuta”(Forró). A música recebeu um prêmio do Programa "Mano Véio e Mano Novo", da Band FM. O segundo foi “Tapinha no Bumbum”, que entrou no Cd "As Melhores do Marco Brasil". Depois, em homenagem à mãe, regravou canções lembrando as raízes interioranas. Na nova fase, em uma parceria com a dupla André e Adriano, gravou "Se Eu Te Pego Oh" - sucesso total!
Agora Tuta sai com "Vai chorar como eu"....confira:

29ª Feira Agropecuária e Industrial de Jacareí

De 8 a 17 de julho de 2011 no CEETEPS - Escola Agrícola de Jacareí/SP.

Av. Brigadeiro Faria Lima, 357 - Centro.
Saída 161 da Rod. Presidente Dutra



SAIBA MAIS

About Me

Minha foto
Adriana Ferraz
Uma pessoa alegre, comunicativa, inteligente e curiosa. Jornalista por formação e paixão!
Visualizar meu perfil completo

Siga-nos por e-mail

Rádio Comitivas

Peça sua música: radiocomitivas@hotmail.com

Deixe seu recado pra nóis...

"Arquivos do blog"

Prêmio Top Blog 2010

Prêmio Veja Blog